• Mymi

Vem Aí #12 ~ edição de dezembro

Acabou o ano, uau. Enquanto alguns meses duraram 95 dias, outros se passaram em algumas horas. Vem aí Natal, retrospectivas, premiações de fim de ano, hora de lembrar coisas que a gente não sabe se aconteceu em 2021 ou 2020 porque nosso cérebro entrou em colapso nos últimos dois anos.


Our Beloved Summer [6/12]


Após um término horroroso dez anos atrás casal é obrigado a se reencontrar, pois um antigo documentário filmado por eles viraliza.



Imagino que esse drama esteja sendo muito esperado, devido a Choi Woo Shik (menino do Parasita, no meu dicionário), que tem muitas fãs. E também eu li meio que por cima que vai ter OST de alguém do BTS, e as fãs devem comprar a música no iTunes em 280 ilhas inabitadas do Pacífico e transformar ela na nova OST DO SÉCULO.


Eu, particularmente, sou muito contra voltar com ex, e seguindo a cartilha do óbvio é possível que seja o que vai acontecer ao final dessa história. A Coreia parece estar interessada nesse tipo de plot ultimamente, vide Check Out the Event (lançado em agosto). Disponível na Netflix de alguns países.


Artificial City [8/12]



Esse eu achei o plot bem complicadinho, pegou várias trends que fizeram sucesso durante o ano e jogaram num drama só. Por sorte, ou não, (fica o questionamento) são 20 episódios pra tentar desenvolver tudo isso aqui tá aí.


A protagonista se casa com o William Bonner coreano, pois ele é filho de chaebol e dinheiro é bom. Mas ó, coitado, ele é um filho ilegítimo e sofre com isso. A esposa quer torná-lo o próximo presidente da Coreia, pois claro que ela quer, e pra isso vai contar com a ajuda de promotores pra se voltar contra a família do marido. Acho que a família tradicional coreana não vai amar eleger um presidente envolvido num escândalo desses, mas aí não é problema meu.


Taejong Yi Bang-Won [11/12]


Um drama histórico sobre uma pessoa histórica.




Essa é a parte em que eu vou ao Google trazer informação e conhecimento pra vocês. Yi Bang-won, que mais tarde virou Taejong de Joseon, foi um rei coreano que ajudou a acabar com a dinastia de Goryeo e fundar a dinastia de Joseon. Vou deixar aqui o link pra quem não estiver com preguiça, como eu estou, e quiser se aprofundar na história dele (em português). Imagina que será um bom drama de intrigas palacianas e guerra.


The Silent Sea [24/12]


Num futuro sem água e comida, astronautas vão pra lua resgatar uma amostra MISTERIOSA.



Muitos dramas esse mês podem entrar na categoria "mais aguardado do ano", inclusive dá até pra fazer uma enquete no final desse post, e esse sem dúvidas entra nessa disputa. Além de ser um drama da Netflix, os protagonistas são ninguém mais ninguém menos que Bae Doona e Gong Yoo. Um drama de milhões.


When Flowers Bloom, I Think of the Moon [20/12]


No período da lei seca em Joseon, fiscal da pinga se apaixona por mulher que fabrica pinga pra sustentar a família.



Que bonitinho, um título que rima. Uma comédia romântica típica de Joseon estrelada pela nossa amiga Hyeri, o que já torna esse drama um futuro morador da minha watchlist, apesar das críticas que tão rolando no twitter porque alguém não gostou da atuação dela na primeira leitura do script. O que eu tenho pra dizer pra essas pessoas eu não vou dizer aqui, pois é um blog de família.


The One and Only [20/12]


Mulher com doença terminal conhece detetive (ou não, nesse caso encontrei informações contraditórias) e juntos eles se envolvem em um crime.




Eu dei a sinopse simplificada, mas é muito mais que isso. É MELODRAMA, assim em caps. Envolve três mulheres que se conhecem NO HOSPÍCIO, e todas têm DOENÇAS TERMINAIS. E tem a Joy, do Red Velvet. Por mais que eu ame crimes e investigação e mistério, eu odeio doenças terminais muito mais. Quero distância desse drama, desejo sucesso, passar bem.


Snowdrop [18/12]


Youth of May com a Jisoo do Blackpink.



Eu nem vi Youth of May, mas pelos boatos na época que foi lançado os dois dramas se passam no mesmo período opressivo. Snowdrop já foi tão falado e levantado hashtags nas redes sociais, a Jisoo já ganhou o Oscar, o Emmy, o Emmy Internacional, o Melhor do Ano do Faustão que agora é do Huck, de acordo com os fãs, já foi escolhida a ATRIZ DO SÉCULO, então tudo o que eu falar será apenas recalque e inveja. Temos também Jung Hae In fazendo par romântico com uma novinha, desejamos sucesso nesse novo desafio da carreira dele.


Bulgasal: Immortal Souls [18/12]


Vários imortais e uma humana ex-imortal vivendo algum tipo de drama.



Minha paciência pra dorama de fantasia é no geral muito limitada e a medida que eu vou envelhecendo e ficando mais chata ela só vai diminuindo. Parece ser muito o tipo de obra feita pro público chorar bastante quando acontecer um evento dramático que vai separar o casal principal, entremeado de algumas frases bonitas sobre a fragilidade da vida.


Bad and Crazy [17/12]


Doutor Jekyll e Senhor Hyde, mas nas versões Policial Jekyll e Justiceiro Hyde.



Eu não entendi bem o conceito, as meninas falaram no nosso grupo que é uma coisa meio Clube da Luta. Eu li duas sinopses e o máximo que eu consegui extrair é que o Lee Dong Wook é um policial ganancioso, mas aí uma outra personalidade mais focada na justiça e nas causas nobres, porém totalmente louca de pedra, desperta na mente dele. Uma coisa que lembra vagamente Two Cops, em que um policial ficava possuído pelo fantasma de malandrilson.


Enfim, muito aguardado também.






Se inscreva para não perder as novidades!

Obrigada por se inscrever!

ÚLTIMAS POSTAGENS

BUSCA DE POSTAGEM

*Se os gifs retirados do Tumblr não aparecerem corretamente, basta atualizar a página*

CATEGORIAS

TAGS

ARQUIVO DE POSTAGENS