top of page
  • geekmarie

Strangers From Hell: o inferno são os outros

“O inferno são os outros.” Jean-Paul Sartre


A palavra que melhor define minha experiência assistindo “Strangers From Hell” é frustração. Aquele sentimento que nos acompanha quase diariamente, aquela sensação de corte, de impedimento de acessar aquilo que desejamos. Strangers From Hell te deixa frustrada. É claro que eu já imaginava que um suspense psicológico com 10 episódios não me deixaria alegre e nem pulando de felicidade, mas também não esperava que me deixasse tensa a ponto de sentir dor.



A história de Jong-U é muito realista: um jovem na casa dos 20 anos, sem muito dinheiro e com grandes aspirações, se muda para a capital depois de conseguir um emprego e para ficar mais próximo de sua namorada. Com pouco dinheiro e sem muitas opções, ele encontra a Pensão Éden, que o que tem de barato, tem de esquisito. Um lugar sujo, mal ventilado, mal localizado, com uma proprietária excessivamente simpática e vizinhos infernais que arrepiam até o último fio de cabelo. Além disso, seu chefe é um chato, seu gerente é um babaca e sua agenda nunca bate com a da namorada.


Exposto a situações-limites que testam constantemente sua resiliência e autocontrole, Jong-U se vê constantemente encurralado por todos os lados, e vê sua vida nova se transformar no mais puro caos com seus pedidos de ajuda sendo desprezados por todos ao seu redor.




“Sabe por que as pessoas ficam estranhas?”

“Como é?”

“Não é que você seja estranho, mas quem está ao seu ao redor faz isso com você. Se dizem que você é esquisito e louco quando você ainda é o mesmo, quem consegue se manter são?”


E as coisas não melhoram. Nunca. As frustrações, atuais e passadas, se acumulam e se embaralham em seus pesadelos: seu passado no exército, marcado por episódios de violência em que bravura e covardia se confundem, somado a forte pressão psicológica sofrida na pensão e no trabalho, revelam um Jong-U cada vez mais tenso e mentalmente perturbado, prestes a explodir.




A obra mais famosa de Kafka, A Metamorfose, é exibida em diversos momentos ao longo dos dez episódios. Se na trama de Kafka, o personagem central Gregor Samsa se vê transformado da noite pro dia em um inseto asqueroso, em Strangers From Hell acompanhamos a metamorfose gradual de Jong-U, de homem comum, filho, namorado e amigo a uma pessoa completamente desequilibrada e instável.




Strangers From Hell não deixa impressões passageiras. Além do horror e da frustração, eu fiquei aqui com minhas contas pensando como eu seria no lugar do Jong-U. Encurralada, sozinha e assustada, quem sou eu quando explodo (ou quando não explodo)? Qual impulso iria se sobressair? Strangers From Hell me fez pensar que talvez seja melhor não descobrir.


(Um agradecimento a minha amiga, Flávia, que me recomendou o drama e ajudou na elaboração da resenha. Um beijo, jagiya <3)

3 Comments


Vanessa Reis
Vanessa Reis
Mar 02, 2021

Já tava na minha listinha, depois da indicação da Ka, e agora lendo seu texto eu tô é mais animada pra ver!!

Like

leticiaafcesar
leticiaafcesar
Mar 01, 2021

Descreveu maravilhosamente a sensação que é ver essa obra-prima! Fazia tempo que eu não ficava atormentada com um suspense. SFH me deu essa frustração sobre a qual vcs falam proporcionada pelas atuações brilhantes do elenco (e eu talvez nunca mais consiga olhar pro LDW do mesmo jeito)

Like

Kah
Kah
Feb 26, 2021

eu vi esse drama duas vezes, bem perto uma da outra, e mesmo assim senti toda a agonia de novo na segunda vez!! muito bom mas impossível de ver DE BOAS.

Like

Se inscreva para não perder as novidades!

Obrigada por se inscrever!

ÚLTIMAS POSTAGENS

BUSCA DE POSTAGEM

*Se os gifs retirados do Tumblr não aparecerem corretamente, basta atualizar a página*

CATEGORIAS

TAGS

ARQUIVO DE POSTAGENS

bottom of page