top of page
  • Kah + neereis

Motivos Para Assistir a Mr. Queen



Mr. Queen é um banquete, e não estamos falando (apenas) da comida, apesar de a comida ser quase que um personagem também. O drama narra a história de Jang Bong-Hwan, um chef aclamado, metido e arrogante, que vê um escândalo político arruinar sua reputação. Fugindo da polícia, acidentalmente ele cai de uma sacada alta diretamente numa piscina. Ali, na água, ele encontra Kim So-Yong, futura rainha da Dinastia Joseon que acabou em águas profundas por conta de um incidente infeliz. As almas dos dois são trocadas e passamos a acompanhar a, agora, rainha abrigando em seu corpo o cozinheiro. E é aí que tudo acontece. E é assim que a gente descobre um dos melhores dramas do ano, mesmo o ano tendo acabado de começar.


A proposta de manter a figura do Bong-Hwan não apenas nos gestos e pensamentos da rainha, mas também inserida na narração do drama, é genial. A atuação da protagonista, ao ilustrar as dificuldades do chef em compreender o novo corpo, o casamento, a iminente lua de mel, a posição e as obrigações de rainha, além do entendimento de todos os costumes da Dinastia e das ameaças veladas dos outros clãs é sensacional. Mr. Queen inova ao ser extravagante sem se tornar caricato, mesclando humor, romance, política e tramas familiares, mas carregando o roteiro de plots que nos faziam prender a respiração até o próximo episódio e o próximo e o próximo.


Assim, listamos 05 razões para assistir a Mr. Queen e virar membro do fã-clube do rei!


01: A química

Nós partimos daqui...

Não dá para não começar esta lista sem falar no Rei e na Rainha. *Here I Am começa a tocar imediatamente e nosso coração erra um compasso*. Jung-Hyun e Hye-Sun parecem feitos para atuar juntos. Que sintonia! Que química! Que olhinhos apaixonados! Eles nos guiam pelos estágios de um relacionamento que, para a nossa sorte, inicia no casamento e se solidifica numa regra básica de duas palavras: “don’t touch”. De inimigos a aliados, de amigos a marido e mulher, na teoria e, principalmente, na prática; eternizados pelo Dicionário da Rainha, pelas caminhadas na beira do lago, pelas regras sendo quebradas enquanto novas regras nasciam despretenciosas no coração de um e do outro. Prepare-se para passar mal vendo algumas cenas.

E chegamos aqui!

02: As tríades


Trio da Rainha: Lady Choi, Hong Yeon, Chef Real Man Bok

So Yong não poderia pedir por servas mais companheiras ou leais que a Lady Choi e a Hong Yeon! Elas amavam a rainha e, principalmente, amavam a companhia da rainha, mesmo com todas as reviravoltas quando a alma do Bong Hwan assumiu o controle do corpo da rainha e tudo o que a “mama” fazia era se jogar em todas as águas que via enquanto o resto das criadas da corte entrava no caos eterno e a Lady Choi nada podia fazer além de ir para o bambuzal gritar todas as suas frustrações. Bambuzal que marcou o encontro da Dama da Corte com o Man Bok, o chef real que frequentava o mesmo local para gritar sobre as mesmas coisas. Naquela época, nenhuma mulher tinha permissão para trabalhar na cozinha, mas So Bong sempre fez suas próprias regras... e o que começou com gritos, competição e olhares tortos, terminou com colaboração mútua e amizade, porque este trio esteve com a Rainha quando ela mais precisou seja de um colo, seja de aliados para a batalha!


Trio do Rei: Príncipe Youngpyeong, Diretor Especial Hong, Kim Hwan

Cheol Jong é um rei com duas caras e isso é evidenciado duplamente. Primeiro que parece que ninguém fora do palácio conhece o rosto do rei, segundo que a maior parte da corte presume que ele é burro e facilmente manipulável. E o drama nos mostra que a soma das duas evidências acima só colaboram para os planos do rei, planos que são traçados pelos dois amigos de confiança, o Diretor Hong e Príncipe, seu meio-irmão mais velho. As cenas deles, seja discutindo planos infalíveis a la Cebolinha, seja conversando sobre a vida em meio a jogos e bebidas quentes, são preciosas demais e proporcionaram a chegada de um dos personagens mais adoráveis do drama: o Kim Hwan e toda a sua bobagem, inocência e lealdade ao Diretor Especial Hong. Sim, eu ainda sofro pensando na cena da cadeia!


03: Enredo e Referências


Se você vê o pôster de Mr. Queen e pensa que é mais um saeguk, sugiro que assista ao primeiro episódio porque, depois dele, você vai reconsiderar muita coisa! Apesar da configuração antiga, como explicada acima, em que a rainha Kim So-Yong, de Joseon, e Jang Bong-Hwan, um chef da Casa Azul do Presidente da Coréia do Sul, tem suas almas trocadas, o drama está repleto de referências de cultura pop moderna, o que, por si só, já é um grande diferencial. Ali, So Bong usa de sua expertise para ‘inventar’ os produtos de beleza, o delivery de comidas, os modelos políticos que versam sobre o voto direto, quebrar paradigmas sobre uma mulher assumir a manipulação de alimentos para consumo da Realeza... é uma explosão de referências do K-beauty ao McDonald's!

Mr. Queen traz uma abordagem peculiar para esculpir as várias camadas de suas personagens, caminhando pelos caminhos da comédia, do romance, do drama e da ação com uma maestria que é impossível não permanecer entretido. Os 20 episódios são redondinhos, deixam aquela sensação de querer mais após assistir; deixaram um vazio no final nos deixando apenas com a saudade. Além disso, há dois episódios curtinhos, chamados Mr. Queen: The Bamboo Forest, que trazem o prólogo, contando sobre o primeiro encontro dos protagonistas, e um epílogo, ambientado no “mundo ideal”.


04: Questões Sociais


Um boato pode ferir um homem, mas pode matar uma mulher.

O drama tem em sua essência o humor, enquanto perpassa pelas tramas familiares entre os clãs que buscam, a todo custo, manter-se no poder, mas não se omite ao escancarar questões que, ainda, existem. Cheoljong está cansado de vivenciar a opressão e a corrupção dos governantes da Dinastia, sentimento completamente relacionável ao que sentimos hoje, no maior estilo sad and brazilian. Em contraponto, e aqui o recurso de unir o chef e a rainha num nome próprio, So Bong nos mostra a entrada da mulher numa cozinha real, local estritamente masculino, além de todas a ideias que coloca em prática, maravilhando o rei, que não a vê como alguém menor que ele, mas que a enxerga em pé de igualdade.


Um adendo: você vai descobrir como é imprescindível conhecer a história do seu país.


05: OST


Quem me conhece sabe: eu sou muito EXO-L e só desse drama ter sido a primeira música do Xiumin pós exército, ela já seria uma das minhas OSTs preferidas do ano. Só que a OST de Mr. Queen não precisaria disso pra entrar na minha playlist de dramas, pois ela é INCRÍVEL! Tem música pra você sorrir ouvindo 2s lembrando de alguma cena hilária em que ela toca. O grupo escolhido pra essa música marcante não podia ter sido melhor e eu recomendo bastante assistir a alguma apresentação deles pra entender o que to falando, eles são hilários no palco! Outra música marcante desse drama é a lindíssima Here I Am, que já foi citada aqui antes. Quem não chorou, ou pelo menos ficou emocionado, com alguma cena com Here I Am no fundo, não é mesmo?



Bônus: Kim Jung-Hyun


No maior estilo "uma imagem vale mais do que mil palavras", ele: o nosso Rei!

Bem diagramado!
Mãos rápidas!
Olhinhos gentis!

E a gente fica como na presença do Rei? Só a So Bong...

"Controle-se, mulher!"


3 Comments


Guest
Mar 13, 2023

Remaratonei essa série maravilhosa. Melhor dorama histórico de todos os tempos. Será muito difícil superá-lo nos próximos 100 anos. Essa atriz é um fenômeno implacável de atuação. Fosse uma outra teria deixado a trama caricata ou cheia de vergonha alheia. Ela conseguiu reproduzir nos gestos, no tom de voz, nos trejeitos a masculinidade afetada do chef, mas sem perder sua feminilidade. É tão notório o poder de uma atriz do calibre dela que no final quando a alma do chef deixa o corpo dela, a diferença é visível, muito visível.


Só tenho ressalvas quanto ao final. O rei estava muito debilitado para lutar. Ele deveria ter sido ferido, mas não poderia ter se mostrado tão mal, pois deixa inverossímil o…

Like

leticiaafcesar
leticiaafcesar
Mar 01, 2021

MEU DEUS!!!! Se eu já queria ver antes, esse post só fez confirmar em mim a URGÊNCIA de assistir Mr. Queen!! (ai que sdds do albertooooo)

Like
Vanessa Reis
Vanessa Reis
Mar 02, 2021
Replying to

AMIGA, SÓ VEEEEEEEM! É T U D O!

Like

Se inscreva para não perder as novidades!

Obrigada por se inscrever!

ÚLTIMAS POSTAGENS

BUSCA DE POSTAGEM

*Se os gifs retirados do Tumblr não aparecerem corretamente, basta atualizar a página*

CATEGORIAS

TAGS

ARQUIVO DE POSTAGENS

bottom of page