• Kah + Mymi

EXO: Um caso de AMOR

Atualizado: 6 de abr. de 2021

Essa semana fez exatamente 6 anos que eu, Kah, conheci e me apaixonei por EXO e também foi a semana que o meu integrante preferido anunciou a ida para o temido exército, graças a deus não estou na tpm porque senão, estaria bem SENSÍVEL!

Nessa pandemia eu e Mymi já falamos umas 5x de como o fandom está crescendo e muita gente tem descoberto o grupo por acaso, principalmente depois de assistir 100 Days My Prince na Netflix. Pensando nisso (e a pedidos, que não tinham como resistir), estamos aqui indo para o Algo Mais do nosso nome e apresentando EXO para quem ainda não conhece!


 

INTEGRANTES

EXO-K


Suho - Rico, culto, bem educado, ama a própria bunda.

Baekhyun - Gosta de ficar em casa jogando MOBA e tomar banhos pelados com outros membros.

Chanyeol - Crise existencial após perder o posto de filho preferido da família pra seu cachorro Toben.

D.O - Tem cara de bravo, mas é astigmatismo.

Kai - O que tem de sexy tem de bobo.

Sehun - NOSSO BEBÊ.


EXO-M

Xiumin - Trinta e alguns anos, mas com rostinho de quinze. Velha noveleira, sempre posta o draminha que tá assistindo (e atrasado) no momento.

Luhan - Eu não sei muito o que dizer porque eu não peguei a época dele, mas é bonitinho. (Mymi) Tem a

voz linda mas só lança musica com autotune. (Kah)

Kris - Eu parei de odiar ele gratuitamente ano passado, então também não tenho muito o que dizer. (Mymi) É grosso mas é o charme dele, na real é bonzinho fofinho (Kah).

Lay - Foi pra China ser pai de vinte gatos.

Chen - Rei dos cornos e pai do ano.

Tao - A personificação da auto estima do homem hétero.


*O Kris saiu do grupo em maio de 2014, duas semanas antes da primeira tour do grupo bem fdp, né? O Luhan saiu em outubro de 2014, no meio da tour depois do ultimo show deles na China (não voltou pra Coreia com o grupo). E menino Tao saiu do grupo no mês que eu comecei a gostar do grupo, porque aparentemente eu tenho azar com isso, em abril de 2015.

 

HISTÓRIA

Debut (2012)

Nossos meninos debutaram em 2012 pela empresa SM Entertainment (odiada por muitos, mas eu sou grata pela existência do velho louco Soo Man pois amo todos os grupos que ele formou hahahaha) uma das BIG3 do kpop tradicional (SM, YG, JYP). No começo eram 12 meninos divididos em dois subgrupos: EXO-K (coreanos) e EXO-M (4 chineses e 2 coreanos) para fazerem divulgação das mesmas músicas ao mesmo tempo nos dois países.


EXO tem uma das melhores músicas pre-debut do kpop, quem concorda, respira:

Estamos no mês de aniversário dos reizinhos, então é sempre bom lembrar das origens com as roupas BELAS que o kpop insistiu em usar nos tempos áureos do início dos anos 2010.

Depois desse hino perfeito sem defeitos, EXO nos presenteou com History ainda em pre-debut e o tão sonhado debut veio com o conceito pesadíssimo em MAMA:

Por que falamos conceito pesadíssimo? Os meninos além de lindos, tem SUPER PODERES!! Isso mesmo, esse começo do MV tem a explicação de todo o conceito mega viajado dos nossos ets mais lindos e talentosos do universo! EXO vem de EXO PLANET, cada um dos integrantes tem um super poder e eles se juntaram na Terra fugindo da Red Force e eles lutam contra alguma coisa que até hoje não entendi. Mas em todos os MVs o conceito se mantém, até hoje 2021 nos MVs solo as fãs mais loucas nas teorias conseguem fazer as ligações mais WOW que no final fazem sentido!

Você quer conceito @??


XOXO Kiss + Hug / Miracles in December (2013)


O hit só veio um ano depois do debut, quando todos falavam que eles eram o erro da SM e um monte de abobrinha que sempre falam quando o Soo Man debuta algum grupo doido dele (vide nct com 23 pessoas e aespa com AI). Em 2013 a música title do álbum XOXO, reuniu os 12 integrantes pela primeira vez apesar do resto das músicas serem todas separadas por idioma/sub-unit. Foi com essa música que tem um MV engraçadíssimo de assistir hoje em dia, que eles tiveram o primeiro win em music show e me matam até hoje com a fofura que é o Suho, Lay e Kai chorando (o último tendo o bff Taemin de Shinee filmando sem parar de rir):

No repackage do XOXO temos a perfeita sem defeitos Growl com seu mv sem defeitos gravado em take único e EXO finalmente DOMINANDO TUDO NA COREIA como deveria ser pois merecem o mundo.

Ainda em 2013 eles deram a honra ao mundo de receber o seu primeiro álbum especial de inverno, o Miracles in December que até hoje tem músicas que chegam nas paradas de fim de ano. As Mariah Carey da Coreia. Coreano não pode ver um floco de neve caindo que já tá lá no Melon procurando por EXO - First Snow.


Overdose (2014)

Chegamos no ano que virou tudo de cabeça pra baixo e até scandal de namoro o grupo teve! MAS WE ARE ONE E SUPERAMOS TUDO!! (eu nem vivi mas sinto que vivi e você que está lendo também vai sentir o mesmo!)

Overdose tem um MV bizarro de ver porém uma coreografia e refrão que grudam na cabeça e quando você menos percebe, você tá lá SOMEONE CALL THE DOCTOR e fazendo o tamborzinho na cabeça imaginária de alguém na sua frente.

Esse também foi o último MV com 12 integrantes! Com 11 temos apenas fancam dos shows até outubro ou o belíssimo DVD editado que você pode brincar de procurar o Luhan no fundo das imagens!!!


EXODUS / Love Me Right / Sing For You (2015)

A partir daqui eu posso falar com propriedade pois eu vivi tudooo! Cada stage de Call me Baby eu estava lá (mentira, vi todos durante o dia, ainda não tava obcecada pra ficar de madrugada pra ver). Infelizmente ou felizmente, essa foi a época da saída do Tao do grupo e um período bem turbulento de se entrar pro fandom mas acho que talvez isso tenha contribuído pro meu amor crescer tão rápido e tão firme! No repackage desse álbum (que eu acompanhei o comeback do celular desesperada no hospital pós cirurgia #prioridades) eles lançaram a primeira música (se eu não to enganada) com composição dos membros e ela é sobre a saída dos membros no ano anterior, eu amo demais e sempre choro vendo eles chorar quando assisto o dvd da tour.

Ativa a legenda aí e vem chorar com a gente!


Nesse ano eles ainda tiveram o debut no Japão e mais um álbum de inverno PERFEITO para alegrar o nosso dezembro ~frio~. O Sing For You é um álbum de inverno mais pesado e menos natalino igual o anterior, o que talvez deixe ele ainda melhor para mim. Os stages de Unfair, minha musica preferida desse álbum são tudo para mim, assisto sempre que estou muito triste.

Ex'Act / Coming Over / For Life (2016)

Melhor ano deles para mim. Dia 19 de Fevereiro desse ano eu tive o prazer de ver eles na minha frente em Chicago e ter a certeza que todo o talento e perfeição que eu via no pc eram reais. Ex'Act é a era que teve o repackage com Lotto e como não amar essa era?????????????? Tem nem o que falar, é só ver Lucky One e Monster em sequencia e ficar: meu deus o Kai derrotou a mulher DANÇANDO, eles são super poderosos mesmo!! Mas o MV e a coreografia de Monster... ai, gabi, só quem viveu sabe...

The War + Power / Universe (2017)


The War foi meu (Mymi) primeiro comeback. Conheci o grupo após assistir um filme chinês do Chanyeol e me apaixonar. Fui atrás das músicas e conheci Monster (vídeo acima), mais ou menos em janeiro de 2017. Em julho saíram as notícias de comeback e com esse comeback uma das músicas mais amadas e odiadas da discografia do grupo: KOKOBOP.

Ko Ko Bop é um reggae, pois sempre inovando nos conceitos, que de acordo com as teorias mostra os meninos livres, leves e soltos, testando e brincando com seus poderes. O próximo álbum só viria a ser lançado um ano depois, então em todos os festivais e programas de tv que eles se apresentavam tava lá Kokobop. Umas cinquentas apresentações vestindo camisas havaianas depois, esse era o sentimento público:

Por ser meu primeiro comeback foi também a primeira vez que acordei quatro da manhã pra acompanhar stage em music show. E valeu muito a pena. Ainda lembro de estar em choque quando o refrão de The Eve começou. The Eve, inclusive, um dos destaques desse álbum. O dance practice bateu mais de cem milhões de views.

Entre as b-sides destaque pra Forever (yo' nice skirt), Touch It, que tem participação do Chen na composição e Going Crazy, a melhor na minha opinião, pois nada como terminar um álbum gritando I HATE YOOOOOOOOOOOU.


O repackage Power veio em seguida, com um conceito diferente (já falei, reis dos conceitos), algo meio Power Rangers. A Red Force manda um robozão pra pegar o poder de tudo mundo e enquanto todos lutam pra se salvar, Baekhyun tá em outro dimensão brincando com um gato. É um MV muito divertido. E nos trouxe momentos icônicos como o KAI BAILARINO. Meu destaque vai pra b-side Sweet Lies, que tem participação do Chanyeol na composição e é um hino.

Também foi o momento em que o reconhecimento veio aí e os queridinhos da nação perfomaram lindamente no encerramento das Olimpíadas de Inverno de 2018! Kai fez uma dança contemporânea com mix de dança tradicional linda no começo pra fechar com todo o estádio iluminado com WE GOT THE POWER!

Finalizando o ano, o grupo nos entregou o melhor álbum de inverno da vida. Rainha Universe ficou reinando nas paradas por muito tempo sem nenhuma divulgação, só com sua perfeição. O álbum inteiro é pra pegar, sentar e chorar enquanto toma um chocolate quente olhando pela janela. Entre minhas (Mymi) b-sides preferidas estão Lights Out e Been Through, que ganharam performance solo do Chen e Suho, respectivamente, na última turnê.


Don't Mess Up My Tempo + Love Shot (2018)


Don't Mess Up My Tempo foi aguardadíssimo e seria o último álbum (até o momento) com todos os membros presentes (incluindo participação especial do Lay em Tempo). A title track Tempo trouxe mais uma inovação nos conceitos do grupo com um trecho acappella (gogó é pra quem tem, né).

O álbum prometeu no conceito uma música ~inspirada~ em cada membro e super poder, mas na prática eu particularmente não consegui enxergar o que tentaram fazer. Dentre as b-sides, destaques para Gravity, que poderia muito bem ser a title, e Oh La La La, que veio preencher a cota sensual.


O repack lançado a seguir foi Love Shot, que trouxe uma divisão no fandom, que seria futuramente marcado por muitas brigas internas. Divididos em team tempo e team love shot, fãs enlouquecidas viraram as noites dando stream na preferida e Love Shot acabou se dando melhor por ter um apelo mais popular e pelos passos de dança icônicos, sucesso entre 7 a cada 10 rookies.

Dentre as b-sides nada muito marcante, mas vale o destaque pra Wait, que representa bem o que a gente vai ter que fazer por muito tempo, que é esperar até todo mundo voltar do exército. O que ainda vai levar uns bons anos; e Trauma, pois ficamos todas traumatizadas com isso.


Obsession (2019)


Último álbum lançado, real e oficial, sem repack nem nada, veio com outro (sim, está ficando repetitivo) conceito marcante, em que os membros lutam contra SEUS CLONES MALVADOS, os X-EXO. Chupa, Marvel. O MV da title Obsession é uma obra de arte cinematográfica, efeitos especiais maravilhosos e uma sample grudenta pra cacete.

O conceito do álbum é muito definido, com as faixas do X-EXO mais cheias de auto tune, com uma pegada mais mecânica e industrial, e que no decorrer vão ficando mais soft e animadas quando o EXO assume. Destaque pro reggae Trouble, a flautinha hipnótica de Groove, e Baby You Are, que viralizou nas redes com o pessoal usando em edits dos favs, de diversos fandoms.

 

Já está enorme e a gente só falou da perfeição deles JUNTOS, pensando nisso e por sermos mulheres que amam demais, dividimos esse especial em alguns posts para falar da carreira deles além do grupo: solos, subunits, OSTs, DRAMAS...

Então quem gostou, pode ficar feliz que vem mais por aí. Quem não gostou, paciência. E repense! Não gostar de EXO deveria ser CRIME!!!!!

Tags:

Se inscreva para não perder as novidades!

Obrigada por se inscrever!

ÚLTIMAS POSTAGENS

BUSCA DE POSTAGEM

*Se os gifs retirados do Tumblr não aparecerem corretamente, basta atualizar a página*

CATEGORIAS

TAGS

ARQUIVO DE POSTAGENS