• neereis

Drops Mensais: 02-22

Atualizado: 3 de mar.


"Qual seu hobby?" R: te amar, cabeção!

Fevereiro é um mês mais curtinho, mas mesmo assim deu pra ver e acompanhar bastante coisa! Começando pelos dramas antigos, este mês peguei pra maratonar:


Strong Woman Do Bong Soon (Viki): "eu quero proteger o sorriso de todo mundo que eu amo", disse nossa mulher forte e eu fiquei pensando na beleza dessa frase enquanto morria de saudades de Bong Bong e Min Min ainda que eu tivesse acabado de assistir ao drama. Tem diversão, fofura, ação, romance e personagens multidimensionais com um final tão gostoso quanto o começo e eu fiquei com vontade de sair gritando pra todo mundo assistir a essa delícia porque É MUITO BOM!!! O jeito que o protagonista DERRETE ao olhar pra amada é horrível, dói no coração da mulher solteira™, sabe? O jeito que a figurinista escolhia as calças do Jisoo era um carinho na também mulher solteira™. O jeito que me dava vontade de comer aquelas tortas de nozes me faz te avisar: não assista com fome, caso você também ame nozes. O jeito que esse casal me deixou suspirando é algo pra sempre lembrar.

"Bong Soon, você vai vir até mim?"

Hello? Me! (Netflix): "você vai conhecer uma pessoa importante hoje," disse a mensagem do pacotinho do biscoito, o petisco inseparável dessa protagonista carismática e completamente amável! E a pessoa importante era a versão da protagonista de 20 anos atrás; e acompanhar a Ha-ni de 17 e de 37 anos, lado a lado, me fez adentrar em espirais de riso e choro. Acrescentamos a esse drama um intolerante a lactose, um Hong Banjang à primeira vista para coisas inúteis (e logo a gente descobre que não!) e toda uma narrativa voltada para relações pessoais e redes de apoio que se solidificam em momentos de dor: quando a gente se cerca de pessoas que querem e veem o nosso melhor, a gente começa a acreditar, ainda que minimamente, que a gente pode ser essa melhor versão. Eu me encantei pelo drama e me senti abraçada pela história de uma forma tão especial que nem a maneira como a perda de visão foi lidada, inicialmente, me irritou a ponto de fazer um tweet de raiva! A Hani do passado e do presente nos lembravam o tempo inteiro de que nós somos responsáveis pelas nossas ações e conseguiram florescer junto aos jardins de lírios e frésias (veja o drama pra pegar a referência, rs). PS: me recuso a falar sobre o casal, um homem DAQUELES que COZINHA pra ela e fica com olhar BOBO só pra ela receber apenas UM SELINHO no ep final... HORROR!!

Se eu me deparasse comigo mesma de 17 anos... misericórdia

Crash Landing on You (Netflix): "olha, eles atuaram juntos, se apaixonaram e agora anunciaram o casamento, não é lindo?", assim eu convenci mainha a parar de me enrolar e, finalmente, começar a assistir a CLOY (obrigada, Binjin! Sejam felizes! A nação dorameira ama vocês!). Mas ela não quer ver dorama sozinha, então chegou o meu momento de rever essa obra de arte. Nosso combinado: um ep por dia. Até que o Capitão Ri levou um tiro e ela viu 04 eps seguidos no sábado e mais 03 no domingo (ela é daquelas que dorme no meio das coisas, que vê a prestação; mas ela nem piscou!). Antes de dormir, o veredito: isso vicia. Eu sei, mãe, é por isso que eu sou assim. Durante o ep final, ela chorou e queimou um cuscuz (ato inédito nesta casa!). Mainha só pensava na saúde da Seri, no amor do casal, em como eles seriam felizes para sempre, no tanto que havia amor naquelas pequenas grandes famílias construídas pelo afeto. Fun fact sobre o personagem preferido dela: 51% Seri, 49% soldado dorameiro. Para mais mainha-vendo-Cloy, clique aqui.

Corta pra mainha reproduzindo o gesto desde que viu a cena, toda encantada: "é um coração mesmo, ó"

Strongest Deliveryman: no laudo médico tem escrito, em letras maiúsculas e glitter, que o nome do meu problema é saudade do Kim Seonho. Pois bem, comecei a assistir ao último drama com ele que faltava ver (deixei esse por último porque a sinopse não me apeteceu, mas as coisas que fazemos por amor etc.). E porque um monte de gente fala mal desse drama, eu me surpreendi por não estar achando tão ruim assim (tudo pode mudar, eu só vi 6 eps até agora). Na verdade, se eu ignorar os plots do monopólio dos restaurantes e das famílias chatas e dos entregadores chatos (até agora tudo com muito tempo de tela, não se pode ganhar todas), é bem legal, principalmente porque os protagonistas são ótimos: SEONHO, PYO (sdds. Reply!), WON HEE (sdds, Chewbacca de Waikiki) e SOO BIN (amando a personagem dela)! E esses 04 personagens estão me conquistando também, aliás. O que eu preciso dizer é que nada importa no momento, apenas o casal secundário vivendo um primeiro encontro enquanto casal arranjado e sendo a coisa mais deliciosa do mundo porque eles SE ODEIAM TANTO, mas precisam CONTINUAR SAINDO JUNTOS e AAAAH!! Em tempo: ansiosa pra ver o desenvolvimento do personagem do Seonho porque sei que vai ser lindo ele se tornando gente boa e se apaixonando pela menina que ele detesta (e por quem é detestado de volta!!! ENEMIES TO LOVERS, DEBORA!!!), os sinais todos ali, sabe? Aguardando cenas dos próximos capítulos, literalmente.

Lay, corre aqui!!!!

Saindo dos dramas mais velhos e que já estão finalizados, vamos falar daqueles que estão/estavam no ar até recentemente:


Moonshine (Viki): eu acabei de assistir (literalmente! Falo do passado, hoje são 22/02, tá um calor condenado, e eu precisava despejar aqui meus sentimentos) e estou ENCANTADA! Recomendo bastante para quem procura um drama histórico com toda aquela carga de intrigas, vinganças, crimes hediondos e pessoas odiosas que sempre tem, mas ao mesmo tempo engraçado, fofo, gostoso demais! Com esse drama eu percebi que mesmo as situações mais tensas podem ser suavizadas porque, em todos os momentos, havia amizade e afeto costurados à trama. O elenco encaixadinho, Choi Won-young (que ahjussi, benza Deus!) IMPECÁVEL como vilão, um plot de desmemoriado engraçadíssimo, declaração de amor usando um pente (e ficando a coisa mais linda!), meu tangerine couple sendo perfeito e implicando um com o outro até o fim, o casal secundário (meus filhos! eu os amo!!) me matando na fofura e me fazendo suspirar todas as vezes em que ele deu a mão a ela e sorriu sem medo dela perceber que ele já estava rendido... ai ai, uma rodada pra comemorar, afinal, era sobre cachaça! (adendo triste: fiquei em caso de tristeza generalizada porque no finalzinho do finalzinho o noona romance me destroçou, um dia eu supero, nem só de alegrias se vive).

Eu os amo tanto!!

Estou acompanhando semanalmente três dramas e gostando (mais de uns que de outros) bastante deles! Todos entrarão na Netflix algum dia (dizem que agora em março, a gente torce pra que sim porque é mais gente vendo, então eis minhas primeiras impressões e sentimentos!

Forecasting Love and Weather: achei a sinopse chata e pensei que faria o maior esforço do mundo pra gostar porque queria muito ver como o Galinho e a Secretária Kim iriam ser como casal. Pra minha sorte, eu já tava rendida no 2 episódio porque o drama melhora a cada semana! Quem diria que eu estaria tão envolvida com os plots da TV Climatempo, hein? As personagens são cativantes (vocês não, casal Chernobyl!) e o romance tá a coisa mais deliciosa que existe (o que faz o coração de toda dorameira temer pelo que vem pela frente porque tá tudo tão perfeito que... você sabe. Vamos aproveitar enquanto temos!), o Song Kang tá interpretando um ADULTO QUE TEM EMPREGO (quase morri de rir quando a Kah me mandou uma mensagem com essa observação) e nos dando cenas assim:

Também gostaria de estar deitada neste berço esplêndido.

Twenty-Five Twenty-One: O NANDINHO TÁ DE VOLTA, NAÇÃO! E eu poderia parar por aqui, porque foi uma escolha autoexplicativa, mas ele já deu aquele olhar de bobo apaixonado que desvia os olhos em direção ao chão por estar constrangido demais com a alegria dentro de si mesmo e que mata 10 entre 10 pessoas que o recebem (eu, do outro lado da tela, desfaleço, imagine!), já apareceu de blusa branca molhada, já chorou e sorriu e *suspiros*. Mas e sobre o drama, Vanessa? Então, tá sendo legal, e ainda não me sinto conquistada por completo porque, apesar de ter passado a gostar da protagonista depois do ep 5 (graças a Deus!) ainda acho a outra chata pra cacete, mas quando as cenas dos protagonistas (nunca mais olharei uma cabine telefônica do mesmo jeito, ela agora grita: ROMANCEEEE) ou do outro menino legal acontecem eu me esqueço da chatice porque fica tudo bom demais.

Sério. Olha pra isso aqui. Sem condições!! EU TENHO FAMÍLIA, NAM JOOHYUK!!!

Thirty-Nine: eu descobri novas três melhores amigas! Não imaginei que iria gostar TANTO desse drama! Acompanhar esse trio maravilhoso, na alegria e na tristeza (e boooota tristeza no ep 4, chorei tanto!), tem sido muito bom! Eu amo dramas sobre famílias construídas pelo afeto e esse tá sendo certeiro: amizade linda, romance fofo demaaaaais, momentos de bastante identificação e aquela vontade de entrar na tela e me juntar a elas porque eu amo o que elas têm; o que elas são! E acho que por serem tão diferentes é que elas se completam de uma forma tão única!

Joohee, Mijo e Chanyoung: ❤

Quanto a programas de variedades e reality show, eu tô bem feliz por ter conseguido voltar a ver 2D1N (Viki)! Desde a saída do Seonho, eu parei de ver o programa porque não consegui ver as edições etc., mas comecei a sentir saudades dos outros cinco integrantes e comecei a ver uns pedaços dos episódios em que eles tinham convidados, como uma viciada consumindo doses estritamente regradas, até que decidi assistir à chegada do Na Inwoo e MEU DEUS DO CÉU, ELE NASCEU PRA ESSE PROGRAMA! Voltei a rir e a aproveitar o programa de uma forma leve e sem costurar com o passado, o que pra mim significa bastante e só agrega sorrisos às minhas segundas-feiras! Aproveito o ensejo para trazer uma das melhores coisas deste mês (principalmente pra quem é fã SHINee): o episódio do I Live Alone na casa do Key, com participação do Minho porque é O SUPRASSUMO DA COMÉDIA!!! Neste final de semana + segunda de carnaval eu maratonei Kingdom: legendary war (Viki) e fiquei encantada! Até comentei com a Jude que não teria emocional pra acompanhar semanalmente porque iria ficar nervosa demais! Disparado, minha apresentação favorita entre todas é o Jongho (ATEEZ), o Eunkwang (BTOB) e o Seungmin (Stray Kids) cantando Love Poem (IU). Chorei quando a Jude me mostrou quando passou no programa, chorei ontem de novo em frente à TV:

Saindo de uma vocal line esplendorosa pra uma dance line icônica, JUTAEHYUK, o trio formado por Juyeon (o belíssimo do The Boyz), Taeyang (SF9) e Donghyuk (iKON) representaram as três faces de um rei e isso não é apenas dança, é arte purinha! Os movimentos com a espada, a virada de mesa, as expressões faciais... Jesus, que perfeição!

Ainda falando sobre apresentações favoritas, eu preciso dizer que a rap line dos trios (os seis grupos estavam misturados em dois trios) me deixou em êxtase, mas Full DaSH grudou de uma forma tão grande em minha mente que foi impossível desapegar! BOBBY (iKON), Hwiyoung (SF9) e Sunwoo (The Boyz), cada um na sua particularidade, não precisaram de muita coisa pra me deixarem querendo MAIS!

Quanto aos grupos participantes, vou trazer a minha apresentação preferida de cada um deles também! Em ordem alfabética, temos:

  • ATEEZ (sdds, Imitation!): essa também é uma das melhores apresentações do programa! Visual, história, coreografia... eu amei do começo ao fim e fiquei besta no tanto que o San dança! Uma coisa que amei neles são as expressões faciais enquanto estão performando, eles dominam demais nesse quesito! GAJAAAAAAAA! (Essa apresentação deles também ficou excelente!)

  • BTOB: esse cover (Stray Kids) ficou MUUUUITO BOM!! Eu já ouvia bastante e foi só uma confirmação de sentimento mesmo. Vozes perfeitas, harmonias perfeitas, Minhyuk perfeito... preciso falar nada não, só sentir.

  • iKON: A COREO DO MINUTO 3:36!!!!! Outra das minhas apresentações preferidas do programa foi esse cover (ATEEZ)! O tanto que eu me encantei por eles não tá escrito! Eu já ouvia algumas (poucas) músicas, mas saí apaixonada! (essa aqui, com a participação da Lisa, ficou excelente também!).

  • SF9 (sdds, Imitation!): homens bonitos, maiores que 1,80m, que dançam demais e que adoram abrir a camisa (Suziiii, o Rowoon é o protagonista de The King's Affection). Esse cover (The Boyz) ficou EXCELENTE!! Parecia um filme, parecia um MV, parecia uma agência de modelos (esse último, também se aplica a quando eles fizeram Move, do Taemin).

  • Stray Kids: outra das minhas apresentações preferidas do programa! Na verdade, eles colecionam apresentações icônicas (olha isso aqui!!) e eu virei Stay de papel passado e timbre no cartório pra alegria da Jude e dos meus sentidos! Acompanhar a forma como o 3RACHA produz e compõe suas canções e cuida de todos os detalhes de todas as performances: UAU!! Uma observação importante: o tamanho do talento do Jisung que tem uma voz belíssima e faz rap daquele jeito e ainda é divertidíssimo (sdds, Chanyeol, volta logo, a descrição poderia ser pra você idem!) e MEU DEUS!

  • The Boyz: (pausa para o comentário no YouTube, da Avani P, há 8 meses, que diz "não tenha medo de fazer parte do fandom, nós temos legendas e três membros que falam inglês"). Mais homens bonitos que cantam e dançam muito bem e que cumprem o que prometem: dança sincronizada com perfeição! Eu AMEI eles fazendo EXO! (para as Exo-L, também tivemos Chogiwaaaaaaa: obrigada, Minho).


Este mês assisti a apenas um filme asiático porque me filiei ao FINS desde que vi Imitation. Amor com Fetiche (Netflix) poderia ser resumido como curso introdutório ao DS enquanto regras de conduta trabalhista são quebradas. Eu estava na expectativa por esse filme e acho que por isso achei que fosse gostar mais. É uma comédia romântica legal sobre encontrar alguém que te aceite como você é (o que ajuda se você é lindo daquele jeito) e que tratou sobre fetiches de uma forma leve e até didática (?), a química do casal (belíssimos!) é ótima, a cena do espelho é IMPECÁVEL e a do "cê vai comer na minha mão" antes do momento Kelly Key são Ó!!!, mas no contexto geral eu achei meio-assim-sei-lá. Em uma palavra: LATIDOS.

GAROTO!!!

Musicalmente, fevereiro foi abençoado num tanto que eu não sei como colocar em palavras! Taeyeon lançou INVU, também conhecido como um álbum IMPECÁVEL! Daqueles que não se consegue parar de ouvir! Eu começo e termino meu dia na companhia dessa perfeição e sou incapaz de listar as minhas favoritas porque não quero ser injusta com nenhuma canção ou comigo mesma, rs. Be Together, do BTOB, é outro que tem me acompanhado diariamente: My Way, Dance With Me e Higher me fazem sorrir e balançar a cabeça toda felizinha, enquanto The Song; Outro: Encore; It's All Good; Lonely e Blooming Day me dão vontade de fechar os olhos e sentir... que trabalho delicioso!! Para a alegria da Jude, este mês eu me rendi a Stray Kids e posso dizer que um dia sem ouvir The View é um dia perdido (eu fico cantarolando o refrão o tempo todo)! Entre as minhas favoritas estão Red Lights; Airplane; Sorry, I Love You; Another Day; Behind the Light; Secret Secre; Silent Cry; Scars; Maze of Memories; Domino; Star Lost; Gone Away; Ex...

Até o mês que vem!


Au revoir!

Se inscreva para não perder as novidades!

Obrigada por se inscrever!

ÚLTIMAS POSTAGENS

BUSCA DE POSTAGEM

*Se os gifs retirados do Tumblr não aparecerem corretamente, basta atualizar a página*

CATEGORIAS

TAGS

ARQUIVO DE POSTAGENS