top of page
  • Kah

2022 - O Ano da Minha Ressaca Doramática



Aqui jaz uma dorameira.


Esse ano teve um mês que cheguei a ter mais de 10 dramas na watchlist, todos os dias assistia pelo menos 2 episódios novos de algo que estava passando. Mas, por algum motivo que até hoje não sei (comecei a escrever esse post em setembro), não consigo mais assistir nada. De agosto para cá, assisti apenas quatro doramas completos, mas iniciei o primeiro episódio de outros 5, pelo menos.


Passei os últimos dias pensando em voltar a tentar escrever esse post pra tentar achar as razões dessa falta de ânimo para assistir coisas que fizeram parte da minha vida nos últimos sete anos, cheguei à algumas teorias, mas não sei dizer se são exatamente corretas.


Tenho pra mim que esse ano de 2022 foi um divisor de águas na vida de praticamente todo ser humano, principalmente para nós brasileiros com uma eleição tão pesada acontecendo. Minha mente parece que ta buscando conforto no meu entretenimento, mas ao mesmo tempo quer algo que a desafie e fuja do comum. Talvez isso explique os quatro finalizados nessa segunda metade do ano, e os meus preferidos do primeiro semestre.


Ao longo desses sete anos sendo dorameira, apenas nos ultimos 3 consegui realmente assistir tudo o que eu queria, já que a faculdade de arquitetura consumia mais tempo da minha vida do que eu gostaria. Acredito que não ter mais esse filtro de ver só o que eu REALMENTE queria ver por causa da falta de tempo tenha me trazido essa exaustão. Vi mais do que queria ou achava que tinham qualidade, talvez isso tenha afetado o meu gosto pessoal e eu tenha ficado mais exigente colocando na balança que estava vendo mais do que eu desgostava do que coisas que me faziam pensar sobre com carinho.


Nunca gostei de ver coisas somente por ver, sempre fui do time que assiste o que gosta e acredita que tem qualidade, não por influencias de listas de mais vistos ou muitas pessoas falando bem. E olhando para o nosso mundinho dramaland, as vezes parece que quantidade é melhor que qualidade e que a qualidade está relacionada à beleza e não ao que se está sendo contado. Não sei, mas parece que essa necessidade de assistir tudo tenha me trazido algo semelhante ao burnout??


Minha meta para o ano de 2023 é assistir coisas que eu quero ver por mim e não para bater metas. Ver coisas que me fazem bem e não por lista no instagram. Coisas que façam querer viver a minha vida e não que me deixem doida por uma vida que não tenho.


Espero que em 2023 ver doramas não seja tratado como profissão ou um vício que precisa ser consumido a todo momento. Que em 2023 volte a ser algo leve e que nos faça bem, sem pressão ou ilusão de que é o retrato da vida perfeita.



Comentarios


Se inscreva para não perder as novidades!

Obrigada por se inscrever!

ÚLTIMAS POSTAGENS

BUSCA DE POSTAGEM

*Se os gifs retirados do Tumblr não aparecerem corretamente, basta atualizar a página*

CATEGORIAS

TAGS

ARQUIVO DE POSTAGENS

bottom of page